Design ao Domingo no jornal “A Capital”

Desde Janeiro que na edição de domingo de “A Capital” se vêm publicando textos sobre Design. Com leitores essencialmente da camada estudantil a coluna conta com vários colaboradores regulares, profissionais: Gonçalo Falcão, (Ideia Ilimitada, Lda.) Inês do Carmo (Atelier Inês do Carmo), Margarida Oliveira (Atelier Forma.design) e Paula Rodrigues (docente), não excluindo a hipótese de outras contribuições.

Para mais informações consultar: www.acapital.pt
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

2:16 da tarde

Que asneirada.
Como é que sabem que os leitores são da camada estudantil? É treta...
Não vale a pena dar 1 euro por um mau jornal de domingo onde os textos são bem mais desinteressantes do que alguns na internet. DesignerX, ressabiator, zarp... por aí fora

Dinis Figueira    



12:31 da manhã

Apoiado. Viva a REVOLUÇÃO!    



12:34 da tarde

Olá Dinis. Gostava de poder saber a sua opinião mais detalhadamente sobre a falta de interesse dos textos. Gostava de tentar perceber porque é que os acha desinteressantes.

Um abraço,

Gonçalo Falcão
gfalcao@ideia-ilimitada.pt    



1:52 da tarde

Bom, deduzo que à partida concorde com o resto da opinião.
E partindo desse ponto, os textos mesmo sendo dirigidos a uma generalidade de leitores que não sabem o que é a área do design gráfico e de comunicação mantêm a presunção de quem não abarca a amplitude do tema. Expliquem como é de bom tom defender que o design hoje é uma vantagem económica mas sem terem números que os comprovem; ou antes como esperam sem isso convencer outros que não colegas de profissão.
Ou como se tenta apontar a existência de defeitos no processo de criação de imagens sem apresentarem justificações válidas que não só nos levem a concordar, mas como acima de tudo a compreender.
Não sei se a A Capital irá encerrar e se os textos deixarão de ser publicados, mas experimentem convidar outras pessoas ligadas à escrita. E porque não os blogs?

Dinis Figueira    



11:12 da manhã

Gonçalo... ficas-te?    



» Enviar um comentário